Terra do frio e da maçã

 

SÃO JOAQUIM / SC

Tudo começou quando imigrantes japoneses vieram para São Joaquim tentar a sorte no cultivo de maçã. Hoje o município é um dos mais ricos solos para o cultivo da fruta, e se orgulha de produzir as melhores maças do Brasil.

São Joaquim - Otávio Nogueira - Pq Nac de S Joaq

Parque Nacional de São Joaquim – Por Otávio Nogueira – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

São Joaquim é considerada a cidade mais fria do Brasil e ostenta o título de “Terra do Frio e da Maçã”. Frio e beleza se combinam por aqui. Fortes geadas e, às vezes, até neve transformam em cenário a beleza fria da região.

Morro da Igreja & Pedra Furada - Ot Nog

Morro da Igreja & Pedra Furada – Por Otávio Nogueira – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Morro da Igreja e Pedra Furada - Ot Nog

Morro da Igreja & Pedra Furada – Por Otávio Nogueira – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Pq Nac de S Joaqu - Ot Nog

Pq. Nacional de São Joaquim – Por Otávio Nogueira – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Ouro da Serra - Ot Ng

Ouro da Serra – Por Otávio Nogueira – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

São Joaquim

Créditos: Jovem Rural – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

São Joaquim

Créditos: Jovem Rural – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Com a florada e colheita da maça, o município também oferece aos seus visitantes um outro atrativo como um dos maiores produtores de maça, símbolo da tradicional “Festa Nacional da Maçã”.

São Joaquim é um município situado no sudoeste da Serra Catarinense e tem uma população de aproximadamente 26.000 habitantes. Está a 1360 metros acima do nível do mar com temperaturas de até 10º negativos nos meses de inverno, o que torna seu principal atrativo para os turistas que visitam a cidade nessa época.

Serra Geral - Pq Nac de S Joaqu - Otávio Nog

Serra Geral – Parque Nacional de São Joaquim – Por Otávio Nogueira – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

De acordo com o IBGE, São Joaquim é a maior produtora de maça do país em área plantada, enquanto Vacaria/RS, a maior em volume de produção.

BENEFÍCIOS DA MAÇÃ

Origem, uso medicinal e valor alimentício

A maça é originária da Ásia Central e das regiões do Cáucaso. Da Europa foi trazida ao Brasil e se aclimatou nos Estados do Sul. É considerada a “rainha das frutas”. Possui valiosas qualidades nutritivas e é rica em vitaminas (A, B1, B2, C) e em sais, especialmente de potássio, fósforo, sódio e ferro. Pode ser consumida crua, assada, cozida, em marmeladas, geleias, doces diversos, sucos, etc. É um depurativo do sangue, pois em virtude do seu conteúdo em ácido málico, elimina os detritos provenientes do metabolismo. E também, como uso medicinal, é benéfica contra a gota, o reumatismo, a hipercloridria, dispepsias infantis, bronquite e asma. Combate a difteria, as febres, os cálculos do fígado e dos rins, as inflamações da bexiga e do aparelho urinário, os catarros intestinais, os transtornos da gravidez e as palpitações do coração. É um excelente alimento do cérebro, pois contém muito ácido fosfórico, numa forma facilmente digerível. Excita a ação do fígado, provoca o sono tranquilo, desinfeta a boca, ajuda as secreções renais, impede a formação dos cálculos, evita as indigestões e é um dos melhores preventivos contra as afecções da garganta. Claro, que tudo isto procedido de várias maneiras. Em forma de alimento, suco, cataplasma, cozida, etc.