Pedra da Gávea

 

A Pedra da Gávea, um dos pontos extremos do parque da Floresta da Tijuca, é o maior bloco de pedra à beira mar do planeta. Está localizada a 844 metros acima do nível do mar. Seu ponto mais elevado situa-se na Barra da Tijuca, de onde se estende pelos bairros do Joá, Itanhangá e São Conrado. Sem dúvida, é um dos mirantes mais espetaculares de ser vivenciado, de onde se descortina um largo horizonte.

Daniel Fucs sa

Créditos: Daniel Fucs – Fonte: Flickr (CC BY-SA 2.0)

A Pedra da Gávea foi a primeira montanha carioca a receber o nome em português, após ter sido avistada pelos marujos da expedição do capitão português Gaspar de Lemos em 1502.

papagaio-pirata saLeonardo Shinagawa 6

Foto 1: papagaio-pirata – Fonte: Flickr/CC BY-SA 2.0  Foto 2: Leonardo Shinagawa – Fonte: Flickr/CC BY 2.0

É uma pena que a vegetação do topo da montanha já esteja bastante comprometida. Um mal causado pelo próprio usuário, por tantos resíduos, descuido e incêndios. Tanto os intencionais quanto os causados pela soltura de balões. Todo esse distrato traz o aparecimento de animais como ratos, por exemplo, que acabam interferindo na fauna local.

TRILHA DA PEDRA DA GÁVEA

Por ser um local bastante frequentado, a trilha da Pedra da Gávea é bem aberta e fácil de ser seguida. A medida em que o tempo vai passando, a subida vai ficando bastante cansativa, mas você encontra água potável no caminho para matar a sede e amenizar o cansaço.

Depois de um pouco mais de duas horas de caminhada, você vai encontrar pela frente, na mesma trilha, a Pedra do Navio, onde em seu topo, também, se tem uma visão privilegiada.

Agora a missão começa a ficar um tanto mais complicada. Já de frente da esfinge, o grande mito da Pedra da Gávea, é preciso ter coragem e muita cautela, para seguir em frente, pois o número de acidentes é bastante alto, principalmente para as pessoas sem experiência em escaladas, e despreparadas para missões perigosas. Escalar a Carrasqueira é muito exaustivo e pode ser realmente perigoso. Qualquer deslize, pode ser fatal. Se você não tem sangue frio e total confiança, é melhor não arriscar. Mas, para os corajosos ou malucos, que alcançam o topo da pedra, a recompensa é o prêmio por uma das melhores vistas do Rio de Janeiro. E pensar que ainda tem aqueles que arranjam coragem para ir mais além, ou seja, sentar na cadeirinha. Haja sangue frio.

Marcelo MedeirosLeonardo Shinagawa

Foto 1: Marcelo Medeiros – Fonte: Flickr/CC BY 2.0   Foto 2: Leonardo Shinagawa – Fonte: Flickr/CC BY 2.0

A Pedra da Gávea já serviu de cenário para vários filmes brasileiros, incluindo Roberto Carlos e o Diamante-Cor-de-Rosa e Os Trapalhões na Terra dos Monstros.

Marcelo Medeiros 2

Créditos: Marcelo Medeiros – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

É bem interessante, o desenho na face da pedra com o formato de um rosto humano na rocha, chamado por muitos de “O Imperador” e, também, a inscrição no outro lado, a dizer: “Aqui Badezir, rei do Tiro, filho mais velho de Jetbaal”.

Marcelo Medeiros 3Sebástian Freire

Foto 1: Marcelo Medeiros – Fonte: Flickr (CC BY 2.0) Foto 2: Sebástian Freire – Fonte: Flickr (CC BY-SA 2.0)

Pedro Araujo nd

Créditos: Pedro Araújo – Fonte: Flickr (CC BY-ND 2.0)

Rodrigo Soldon ndJoão Vicente

Foto 1: Rodrigo Soldon – Fonte: Flickr (CC BY-ND 2.0)     Foto 2: João Vicente – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

Mais coisas que você pode saber sobre a Pedra da Gávea:

Cidade do Rio

Além da Imaginação

Rio de Janeiro aqui

Morando junto / Vídeo Youtube / Trilha

Vídeo Youtube / topo da pedra