Chapecó – SC

 

SOMOS TODOS CHAPECOENSES

Como não se emocionar com o gesto de dona Alaídes, mãe do goleiro Danilo, que emocionou o mundo com sua manifestação de carinho e solidariedade em meio a tanta dor?

Como não lembrar do indiozinho Carlinhos, símbolo do time, ainda sem muita noção de tudo que está acontecendo a sua volta, e que tinha no goleiro Danilo seu grande ídolo?

Como não se unir ao povo chapecoense em meio a uma tragédia tão devastadora?

E como não chorar no dia em que até o céu chorou e derramou suas lágrimas, para as famílias tão sofridas, com a chegada dos corpos de seus entes queridos de uma viagem sem volta para a vida?

O momento é de muita dor, mas também de muita esperança para o futuro do povo de Chapecó. Pois, que a Chapecoense possa se erguer novamente ainda mais forte, para honrar os seus guerreiros que lá do céu, com certeza, estarão olhando pelo povo chapecoense e seus torcedores tão especiais.

Enfim, como não lamentar a falha humana terrível de um piloto que ousou voar no limite de seu plano de voo e despencar do céu por falta de combustível?

Nada, nada tem explicação!

CHAPECÓ

Para quem ainda não conhece Chapecó, a cidade, cujo município é um polo importante da agroindústria e, também, capital catarinense de turismo de negócios, está localizada no oeste catarinense, a 550 quilômetros da capital do estado Florianópolis, e foi colonizada por italianos.

Prefeitura Municipal de Chapecó

Créditos: Prefeitura Municipal de Chapecó – SC

Com temperatura média entre 15ºC e 25ºC, o município encontra-se a uma altitude de 670 metros em relação ao nível do mar e tem aproximadamente 200 mil habitantes.

É uma cidade totalmente planejada e tem no traçado a forma de xadrez.

No início seu nome era escrito com X, e só com o passar do tempo é que teve sua escrita mudada para Ch.

TURISMO

Turisticamente, Chapecó é movimentada por seus eventos tradicionais da cidade, como a EFAP – Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó, e também pela Mercoagro, Mercomóveis e EXPEN – Feira de Multissoluções em Gestão, Serviços e Tecnologia,  entre outros.

Considerada uma das principais cidades do Sul do Brasil, Chapecó também movimenta suas noites com diversas opções de clubes e bares.

PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS

Com belas paisagens naturais e próxima das estâncias hidrominerais, a cidade oferece ao seus visitantes um encontro com o Shopping Pátio Chapecó, Monumento O Desbravador, Praça Coronel Bertaso, Catedral Santo Antônio, Capela São Carlos, Mirante da Ferradura, Gruta de Sede Figueira, Rota do vale do rio Uruguai, Trilha do Pitoco, Floresta Nacional de Chapecó, Parque Aquático Estância das Águas, Camping rota do Sol, Arena Condá, Museu Municipal Antônio Selistre de Campos, Museu Tropeiro Velho, Museu da Cultura Italiana, Recanto dos Pinhais, Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves, Autódromo Internacional de Chapecó, Mercado Público Regional, Cachoeira Alto Capinzal, gruta, cascata e gruta da Sede Trentin e a Floresta Nacional de Chapecó,  dentre outros, porém, observando que a Gleba não é aberta a visitações, mas que vale a pena a vista de seus 3.120.000m2 de mata nativa de onde se descortina uma estonteante vista do vale do rio Uruguai.

Pricila Lira Chapecó

Créditos: Pricila Lira – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

 

ASSOCIAÇÃO CHAPECOENSE DE FUTEBOL (ACF)

Xodó de todo povo de Chapecó, a Chapecoense vem de uma ascensão muito rápida das divisões inferiores, já que, relativamente, é um time ainda muito novo do futebol brasileiro.

Com pouco mais de 40 anos, o time já estava numa final de Copa Sul-americana, quando o sonho foi interrompido pelo trágico acidente aéreo que comoveu todo o Brasil e o mundo.

O time foi criado na década de 1970 por jovens apaixonados pelo esporte, que decidiram se reunir para formar um time de futebol profissional para a cidade, como conta os moradores de Chapecó. A iniciativa partiu de Alvadir Pelisser, Heitor Pasqualotto, Altair Zanella, Lotário Immich e Vicente Delai, cada qual representando seus clubes: Clube Atlético de Chapecó e Idependente que, de uma maneira geral, esses primeiros encontros geraram a união desses dois clubes da cidade.

É uma pena que já no início, sua história tenha sido interrompida. Mas fica a certeza estampada no rosto de cada cidadão chapecoense, que um novo capítulo dessa história de sucesso passe a ser contado daqui pra frente.

cc-by-sa-3-0-rafinha-c-pt-wkipedia-org Chapecó

Arena Condá – Créditos: Rafinha C. – Fonte: www.pt.wikipedia.org (CC BY-SA 3.0)

Pois, hoje a Arena Condá amanheceu vazia, como cada coração de todo povo de Chapecó que vestia de esperança, o verde desse time tão especial.