Capitais da banana

 

A BANANA

Por J. Pereira Jr.

O Brasil está entre os maiores produtores de banana do mundo. São cultivadas aqui, algumas variedades como as bananas de mesa: prata, ouro, maçã e nanica e outras espécies, como banana da terra e figo.

e - Scot Nelson - banana 2

Cultivo de bananeiras – Créditos: Scot Nelson – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

JoshBerglund19

Créditos: Self-Peeling Pink-Fruited Banana – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Saratz

Pendão do cacho da bananeira  Créditos: Sara Tz – Fonte: flickr.com (CC BY 2.0)

Banana 2

Pencas para o comércio  Créditos: Karen Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

epSos .de

……Créditos: epSos.de……  Fonte: www.flickr.com ………..(CC BY 2.0)………..

David King

……Créditos: David King…… Fonte: www.flickr.com.br  ………(CC BY 2.0)………

 

ORIGEM DA BANANA

A banana é um dos alimentos mais populares e mais consumidos do mundo. A fruta é originária da Ásia meridional, de onde se difundiu para a África e a América, embora não se possa indicar com exatidão, a origem da bananeira.

É uma das principais fontes de hidrato de carbono e de açúcar, e seu nome científico é Musa Paradisíaca. A palavra banana vem das línguas serra-Leonesa e liberiana, na costa ocidental da África.

Quanto à bananeira, a maior planta herbácea do mundo, admite-se que seja oriunda do oriente, do sul da China ou Indochina, sendo cultivada a mais de 4.000 anos na Índia, na Malásia e nas Filipinas. No Brasil, as bananeiras existem desde antes do seu descobrimento e já serviam de alimentos para os índios. É um dos nossos principais produtos de exportação.

A banana é uma fruta deliciosa, nutritiva, medicinal, diurética e ligeiramente laxativa. Entre todas as frutas, nenhuma possui qualidades superiores às da banana. É uma fruta para todas as idades. Nenhuma outra é tão apreciada pelo homem quanto ela, e pode ser consumida de várias formas: crua, assada, frita, cozida, em caldos e compota, em forma de doce, bolo, nhoque, misturada com aveia, salada de frutas e etc. De preferência, deve ser consumida sempre crua e é, considerada por muitos, a fruta perfeita.

Entre as mais de 100 variedades existentes de bananas no mundo, e as 30 mais populares que se conhece no Brasil, estão: nanica, prata, ouro, maçã, banana-da-terra, banana d’água, São Tomé, figo e cacau.

A banana é rica em sacarose, frutose, glicose, fibras e sais minerais. Proporciona fácil digestão e contém as vitaminas A, B1, B2, niacina e C e ajuda a manter a forma.

Entre os sais minerais contidos na banana, destacam-se: potássio, ferro, sódio, fósforo, cloro, zinco, magnésio, enxofre, silício, cálcio e fluoreto. Da banana tudo se aproveita, até a casca, pois, a casca da banana também tem suas finalidades na preparação de bolos, doces e pães, assim como, o uso de farinha da banana verde emagrece e reduz o risco de diabetes, já que a banana verde possui mais fibras do que a madura, o que faz melhorar, também, o trânsito intestinal.

Às vezes as pessoas perguntam se a banana tem semente. Na verdade, não. Ao contrario do que muitos pensam, aqueles pontinhos pretos que são vistos no interior da banana comestível, são apenas óvulos não-fecundados da flor da bananeira. Bananas com sementes, somente as espécies selvagens encontradas, por exemplo, na região da Mata Atlântica, duras e com pouca polpa.

Barbara Fiedler

Flor de bananeira – Créditos: Bárbara Fiedler – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

cmp3.10.3.1Lq3 0xdfeda2ae

….Créditos: Mathias, M …. ………Fonte: flickr.com………  (CC BY 2.0)

Mark Hillary

…..Créditos: Mark Hillary ….. Fonte: www.flickr.com …………(CC BY 2.0)…………

Mark Hillary

…………Rio River SP………… ….Créditos: Mark Hillary…. Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

selvagem

Créditos: Globo Rural – Notícia  Fonte: www.revistagloborural.globo.com

Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Créditos: Secretaria de Agricultura e Abastecimento  www.flickr.com (CC BY 2.0)

 

USO MEDICINAL DA BANANA

Rica em fibras dietéticas, que auxiliam a digestão, a banana age como calmante intestinal e melhora a circulação sanguínea e a pressão arterial devido seu teor de potássio. Age também na prevenção contra câimbras.

É preciso pesquisar e conhecer a fundo as propriedades da banana, pois muitas informações dão conta de que podemos encontrar na banana madura, verde, crua, assada ou cozida, uma rica fonte de benefícios imediatos e preventivos, recomendados para muitos males como: enfermidades do sistema nervoso, enfermidades do estômago, enfermidades celíacas (causadas pela intolerância ao glúten), enfermidades renais e enfermidades intestinais, anemia, nefrite (doença inflamatória dos rins), hidropisia (acúmulo de líquidos nos tecidos do corpo ou nas cavidades corporais), gota (tipo de artrite que ocorre quando o ácido úrico se acumula no sangue e causa inflamação nas articulações), obesidade, afecções do fígado (doenças que afetam o órgão), cálculos biliares (pequenas pedras que se formam na vesícula biliar), tuberculose, escrofulose (doença que se se manifesta pela formação de tumores duros e dolorosos), paralisia, prisão de ventre, pneumonias, diarreias e disenterias, câimbras, poliomielite (doença viral que pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total), insônia, dores de cabeça e obesidade, além de ajudar no fortalecimento dos ossos.

Mas a banana, ainda oferece muito mais à nossa saúde como a melhora na visão, se consumida diariamente, por seu teor alfa e beta-caroteno e vitamina A, que ajuda na proteção da retina do olho e no combate ao estresse e depressão, tendo como aliado o potássio, melhorando o humor.

Alguns municípios, considerados grandes produtores de bananas por suas produções em alta escala, até se apresentam como capitais da banana, entre eles, Janaúba, Ipanguaçu, Machados e Itaguaru.

 

JANAÚBA

Por Márcio Fernandes

Inserida na área mineira do semi-árido brasileiro, na mesoregião do Norte de Minas, a cidade de Janaúba está localizada a 132 km de Montes Claros e a 547 km de Belo Horizonte. Sua população é de 70.886 de acordo com o IBGE (estimativa 1° de Julho/2015), a segunda maior do Norte de Minas.

O nome “Janaúba” vem de origem indígena e significa planta leitosa, também conhecida como Algodão de Seda, vegetal abundante na região.

ATRATIVOS TURÍSTICOS DE JANAÚBA: Cachoeira do Barreiro da Raiz, Lago da Barragem Bico da Pedra, Resort Pedra do Sonho, Rancho Nana’s, as Pontes de Ferros ligando Janaúba a Nova Porteirinha, os trilhos da Rede Ferroviária sobre o Rio Gorutuba, Praça do Cristo e os tradicionais eventos do município, como a Exposição Agropecuária (a maior do interior de Minas) e Festa de São João Gorutubano.

Prefeitura Municipal

Créditos: Cidade de Janaúba – Fonte: www.facebook.com/cidadedejanauba

timoteopinto23

Créditos: timoteopinto23 – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

timoteopinto23

Créditos: timoteopinto23 – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

A - Janaúba - timoteopinto23 b

Créditos: timoteopinto23 – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

 timoteopinto23

Créditos: timoteopinto23 – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Denise Mayumi

Créditos/timoteopinto23 – Fonte: www.flickr.com/CC BY 2.0

 

IPANGUAÇU

Por Jorge Ferreira

Localizada no Rio Grande do Norte, Ipanguaçu, cujo nome foi escolhido pelo historiador Nestor dos Santos Lima, tem na produção da banana uma forte aliada para alavancar sua economia que gira em torno da atividade agrícola irrigada. É uma cidade tranquila, localizada na microrregião do Vale do Açu, que tem o privilégio de estar cercada por dois rios: Piranhas Açu e Patoxó, proporcionando à cidade, em seu trajeto natural, o formato de uma maravilhosa e hospitaleira ilha.

Sua população é de aproximadamente 15.000 habitantes, numa área de 374 km2, a 16 m do nível do mar, situada a 214 km de João Pessoa.

Com seu crescente desenvolvimento nos últimos anos, principalmente no cultivo da banana, sendo as variedades pacovan e maçã as mais produzidas, Ipanguaçu tem avançado, e vem se tornando um dos grandes produtores de frutas tropicais do país, abastecendo os mercados americano e europeu, especialmente a Grã-bretanha, Holanda, Itália e também o mercado interno.

Outra forte atividade, é a indústria cerâmica na fabricação de telhas e tijolos. Apresenta também tendência na produção de artesanato e trabalhos de tecelagem, utilizando-se da palha de carnaúba na confecção de bolsas, chapéus, esteiras e tapetes.

O nome Ipanguaçu é uma referência ao termo indígena ipânguaçu, cujo significado é ilha grande.

ATRATIVOS DE IPANGUAÇU: festividades comemorativas em homenagem à padroeira Nossa Senhora de Lourdes,  emancipação política do município e Vaquejada de Ipanguaçu.

Sangramento do Açude Pataxó: O último fenômeno ocorreu devido ao alto volume de águas da chuva que caiu sobre a região, ocasionado pela queda d’água que desceu do Açude Angicos, que também sangrou, mostrado nas duas últimas fotos.

Ipanguaçu

Fonte: www.portaldifusoramossoro.com

Henrique Eduardo Alves

Fonte: www.facebook/PrefeituradeIpanguaçu

Ipanguaçu

Fonte: www.facebook/PrefeituradeIpanguaçu

Prefeitura Municipal

Sangramento do Açude Pataxó – Fonte: www.facebook/PrefeituradeIpanguaçu

Prefeitura Municipal

Sangramento do Açude Pataxó – Fonte: www.facebook/PrefeituradeIpanguaçu

 

MACHADOS

Por Márcio Fernandes

Machados é uma pequena cidade do estado de Pernambuco, mas ao mesmo tempo, uma das maiores produtoras de banana do Brasil, o que a faz ser conhecida também como “A Capital da Banana”. E aliados ao cultivo da banana, são fabricados artesanalmente vários produtos produzidos com a folha da bananeira.

Dada a importância de sua maior produção agrícola, é realizada todos os anos em Machados, a Festa da Banana. Normalmente, o evento acontece no mês de Novembro ou Dezembro, atraindo milhares de pessoas.

De repente, Viajando todo o Brasil, você pode conhecer Machados que tem aproximadamente 14.000 habitantes e está localizada a uma altitude de 416 metros, distante a 116 quilômetros de Recife.

Prefeitura

Créditos: Prefeitura Municipal de Machados – Fonte: Facebook

Prefeitura

Créditos: Prefeitura Municipal de Machados

Prefeitura

Créditos: Prefeitura de Machados – Fonte: Facebook

Prefeitura

Créditos: Prefeitura Municipal de Machados – Fonte: Facebook

 

ITAGUARU

Por J. Pereira Jr.

Outro município com grande potencial na produção da banana está localizado no estado de Goiás. Com quase 23 toneladas por ano, já foi levantada a bandeira com base na comercialização da fruta, representando quase três vezes mais o que a receita mensal da Prefeitura Municipal aufere em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Fundo de Participação dos Municípios (FPM), no sentido em que a cidade seja oficialmente reconhecida como “Capital da Banana”.

Itaguaru foi fundada em 14 de novembro de 1958 por Napoleão Pires de Barros, Antônio Lourenço de Sá, Benedito Ferreira de Castro, Urgelio Teixeira e Joaquim Moreira Damasceno. Seu nome é uma formação gerada a partir do nome de três cidades vizinhas: Itaberaí, Jaraguá e Uruana. Está localizada a 122 km de Goiânia, a 766 metros de altitude e tem uma população de aproximadamente 10.000 habitantes.

É um município fortemente fundamentado no cultivo da banana-maçã, que vem transformando a vida dos produtores e é mais tolerante ao Mal do Panamá. A qualidade da banana está comprovada no paladar e na garantia de que não empedra. Não é modificada e também não é de nenhum laboratório.

Itaguaru

Fonte: www.cidade-brasil.com.br/municipio-itaguaru.html

Itaguaru

Fonte: www.cidade-brasil.com.br/municipio-itaguaru.html

E dos estados, os maiores produtores do país são: Bahia (Juazeiro do Norte), São Paulo (Vale do Ribeira), Santa Catarina (região norte),  Minas Gerais (região norte), Pernambuco (Petrolina), Pará e Ceará.

E a banana ainda pode nos proporcionar:

 

Pão de Ló

Pão de ló – Por Bonbon – Fonte: Fonte: www.flickr (CC BY 2.0)

Ricota de Banana

Crepe – Por Alpha – Fonte: Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Steven Depolo

Banana Split – Por Steven Depolo – Fonte: fwww.lickr.com (CC BY 2.0)

jeffreyw - torta

Ricota – Por jeffreyw – Fonte: Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

stu_spivack - pudim de pão com banana

Pudim de pão com banana – stu_spivack – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

cmp3.10.3.1Lq3 0x46970bfe

Biscoitos com aveia – Por Kelly Hunter – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

 

RECEITAS

BOLO DE PÃO-DE-LÓ

CREPE DE BANANA

BANANA SPLIT

TORTA DE RICOTA E BANANA

PUDIM DE PÃO E BANANA

BISCOITOS COM AVEIA E BANANA

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *