Arcos da Lapa

Por Amélio Morais

Arcos da Lapa é o símbolo mais representativo do Rio Antigo. É uma construção muito bonita e considerada a obra arquitetônica de maior porte no Brasil durante o período colonial. É também, um dos cartões postais da cidade, no boêmio bairro da Lapa, um dos principais pontos de referência da vida noturna do Rio de Janeiro.

Construído em 1723, sua estrutura foi projetada em pedra argamassa, mede 270 metros de comprimento por 17,6 metros de altura, em estilo românico, e é composto por 42 arcos duplos, ostentando em sua arquitetura, aberturas na fachada e servindo também de trilhos para o Bonde de Santa Teresa. Em sua engenharia foi empregada a mão de obra de escravos indígenas e africanos, e o principal objetivo da construção do aqueduto foi de melhorar o sistema de fornecimento de água na cidade.

A partir de 1896 o aqueduto passou a ser utilizado para o tráfego dos novos bondes de ferro da Companhia de Carris Urbanos, tornando-se o principal meio de acesso, entre o centro e os altos do bairro de Santa Teresa.

 pehdefigo sa

Créditos: pehdefigo – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Fabíola MedeirosJorge from Brazil

Foto 1: Fabíola Medeiros – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)  –  Foto 2: Eurritimia – Fonte: Flick (CC BY 2.0)

EurritimiaArcos da Lapa Paulo Rená da Silva Santarém sa

Foto 1: Eurritimia – Fonte: Flickr (CC BY 2.0) – 2: Paulo Raná da Silva Santarém – Flickr (CC BY-SA 2.0)

Rodrigo Soldon

Créditos: Rodrigo Soldon – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Os Arcos da Lapa é um patrimônio conservado pelo poder público, e os antigos arcos coloniais dão suporte para diversos eventos, servindo de pano de fundo e decorando as festividades da Semana Santa e o Auto de Natal, entre outros acontecimentos como circo, teatro, carnaval e concertos musicais.

Para alegria dos foliões do bairro, em 2012, depois de dois meses de obra, foi concluída a reforma da Praça Cardeal Câmara, conhecida como Anfiteatro da Lapa, principal praça do bairro, com a restauração do piso original do centro da praça, feita com pedras costaneiras, proporcionando uma beleza ainda maior para quem visita os Arcos da Lapa.

E para chegar aos Arcos da Lapa é muito fácil, de ônibus, metrô, carro ou a pé a partir do centro, caminhando até o prédio da Petrobrás. Para pegar o bondinho, a estação fica bem ao lado. Caminhando a pé, você ainda pode conhecer a Confeitaria Colombro, bastante famosa por sua grande variedade de guloseimas.

Para quem vai de carro, o ideal é deixar no estacionamento da Catedral Metropolitana e caminhar até o local.

Diego Torres Silvestre

Créditos: Diego Torres Silvestre – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

Vinicius Fadel ndJorge In Brazil

Fotos 1: Jorge in Brazil – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)      Foto 2: Vinícius Fadel – Fonte: Flickr (CC BY-ND 2.0)

Rodrigo Soldon 10Rodrigo Soldon

Fotos 1 e 2 – Créditos: Rodrigo Soldon – Fonte: Flckr (CC BY 2.0)

Jonatas Brisottiyonolatengo

Foto 1: yonolatongo – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)      Foto 2: Jonas Brissotti – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

LAPA

Para quem ainda não conhece o Rio de Janeiro, a Lapa é um bairro de classe média localizado em sua área central. Ostenta a fama de ser dimensional mente a mais boêmia da cidade, mas também é onde se concentra a sede e prédios comerciais de grandes empresas, entre elas, a Petrobrás, BNDES e muitos arranha-céus de alto padrão.

Vale destacar também a Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro, por sua arquitetura em estilo moderno e formato cônico. Também conhecida como Catedral Metropolitana, a igreja tem capacidade para 20.000 pessoas em pé e deve fazer parte do seu roteiro turístico na cidade.

Rodrigo Soldon uGlovebr2008 nd

Créditos: Rodrigo Soldon – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)       Foto 2: Glovebr2008 – Fonte: Flickr (CC BY-ND 2.0)

Felipe Fortes sa

Créditos: Felipe Fortes – Fonte: Flickr (CC BY-SA 2.0)

Andrea PuggioniGlovebr2008 nd 5

Foto 1: Andrea Puggioni – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)      Foto 2: Glovebr2008 – Fonte: Flickr (CC BY-ND 2.0)

Cyro A. Silva yEnrique López-Tamayo Bi...

Foto 1: Cyro A. Silva/Fonte-Flickr-CC BY 2.0   Foto 2: Enrique López-Tamayo Biosca/Fonte-Flickr-CC BY 2.0

O MELHOR DA NOITE CARIOCA ESTÁ NA LAPA

Assim como o Aqueduto da Carioca é uma atração à parte para o turista, à noite a vida se mistura nos bares, restaurantes, cafés, pubs e boates da Lapa com suas ruas estreitas e seus casarões contando a história do bairro.

Por incentivo da prefeitura do Rio de Janeiro vários casarões foram preservados e, muitos deles, utilizados para novas aberturas de casas noturnas e bares que agitam a região.

Rodrigo Soldon 13Alicia Nijdam

Foto 1: Alicia Nijdam – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)      Foto 2: Rodrigo Soldon – Fonte: Flickr (CC BY-SA 2.0)

Fabio Maciel sa

Créditos: Fábio Maciel – Fonte: Flcikr (CC BY-SA 2.0)

Helder Ribeiro sa 5Omar Uran

Foto 1: Omar Uran – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)       Foto 2: Helder Ribeiro – Fonte: Flckr (CC BY-SA 2.0)

O curioso, é que embora a Lapa esteja associada ao samba e à gafieira, uma tradição herdada do Rio antigo, há inúmeros estabelecimentos, alguns até centenários, com diversificação de gêneros e ritmos musicais voltados para o rock, música nordestina, reggae, funk e música eletrônica, dentre outros.

A noite agitada da Lapa não se restringe apenas aos bares, restaurantes e choperias. As famosas casas como “Circo Voador, Fundação Progresso e Teatro Odisseia” com diversos estilos musicais e shows diferenciados, indo do Chorinho e do Samba ao Rock e MPB, podem tornar seu passeio inesquecível.

Focka ndFocka nd e

Fotos 1 e 2: Focka – Fonte: Flickr (CC BY-ND 2.0)

Brasil - Rio de Janeiro - RJ - Apresentação da banda punk/hard core californiana, Pennywise no Circo Voador na Lapa, centro da cidade . Foto: Alex CarvalhoAlex Carvalho u

Fotos 1 e 2: Alex Carvalho – Fonte: Flickr (CC BY-SA 2.0)

RIO ANTIGO 

A fama do bairro é uma herança dos velhos tempos. A Lapa se tornou famosa já no início do século passado como ponto de lazer da cidade e cenário inspirador de figuras como Madame Satã e o típico malandro carioca. Os tradicionais cabarés e restaurantes da época, recebiam figuras importantes, entre elas Carmem Miranda, Machado de Assis, Heitor Villa Lobos, Manuel Bandeira, Péricles Maranhão e Jorge Amado.

LFRLFR

 Luiz Fern Reis wLuiz Fernando Reis

Fotos 1, 2, 3 e 4 – Créditos: Luiz Fernando Reis – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

Além da noite carioca, na Lapa você pode conhecer o Museu da Imagem e do Som e seu acervo fonográfico e audiovisual, com atividades como exposições e exibições de vídeo-educativos, seminários e palestras, assim como a Feira do Rio Antigo (no primeiro sábado de cada mês) na Rua do Lavradio e outros acontecimentos tradicionais, como a amostra de artesanatos, shows de música e dança no meio da rua.

Luiz Ferando Reis 2Rodolfo Nunez

Foto 1: Luiz Fernando Reis – Fonte: Flickr (CC BY 2.0) – Foto 2: Rodolfo Nunes – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

Luiz Fernando ReisColin Hepburn

Foto 1: Luiz Fernando Reis – Fonte: Flickr (CC BY 2.0) – Foto 2: Colin Hepburn – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

Portanto, se você é um daqueles que gosta de viver a noite, fica aí o convite para conhecer a Lapa e seus encantos.

É só aproveitar.