A carambola e seus países de origem

 

A caramboleira, pequena árvore da família das Oxalidáceas, foi aclimatada no Brasil há pelo menos dois séculos e é muito usada como planta de arborização de jardins, já que suas flores são bonitas e purpúreas. Apesar do tempo, continua sendo vista por muitos como uma fruta de quintais e de pomares caseiros.

Plantada, praticamente, em todo o território brasileiro, a caramboleira dura em média de cinquenta a setenta anos e começa a dar frutos em torno de quatro anos, depois de plantada. Não é uma fruta de largo cultivo comercial e apresenta em sua composição química, em 100 gramas: Calorias (23,3), água (94,00 g), hidratos de carbono (3,40 g), proteínas (0,72 g), gorduras (0,75 g), vitamina A (5 H.I), vitamina B1 (45 mcg), vitamina B2 (45 mcg), niacina (0,344 mg) e vitamina C (23,6 mg).

No Brasil, o estado de São Paulo representa mais da metade da produção da carambola. Municípios como Cândido Rodrigues e Mirandópolis produzem o fruto em larga escala. Só Mirandópolis é responsável por mais de 200 toneladas por safra, distribuídas nos mercados da grande São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Na Europa, é bastante usada na decoração de pratos, cortada em forma de estrelas, enquanto que no Brasil é consumida como fruta mesmo.

Alguns cuidados na hora de colher precisam ser tomados, para não machucá-la, já que é uma fruta delicada que precisa de cuidados especiais durante a colheita, pois quando bate ela escurece e perde o valor, devendo ser encaixotada uma a uma, sem pressa, em suas dez ou onze colheitas anuais.

Por ser, ainda, uma fruta de pequeno apelo comercial, se faz aumentar a oferta, causando preocupação para os produtores, com a queda de preço no mercado, tendo em vista que a exportação também é muito baixa.

No noroeste de São Paulo, as primeiras mudas comerciais da carambola chegaram pelas mãos de Kiyoshi Shimazaki e hoje são produzidas quatro variedades diferentes da fruta com diversidade de cores, tamanhos e sabores, para agradar os mais diferentes consumidores.

Forest and Klm Starr

Caramboleira – Por Forest and Klm Starr – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Cayobo sa

Por Forest and Kim Star – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

João Paulo Correa de Carvalho

Por João Paulo Corrêa de Carvalho – Fonte: www.flickr.com

ong

…………….Florada……………. Por Ong – www.flickr.com …………(CC BY 2.0)…………

Cristina's Card - Brazil

Por Cristina’s Card – Brazil – Créditos: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Mahesh Kularatne

…..Por Mahesh Kularatne….. Fonte: www.flickr.com …………(CC BY 2.0)…………

 

USO MEDICINAL E VALOR ALIMENTÍCIO DA CARAMBOLA

 

O suco da carambola é um febrífugo excelente, usado contra toda classe de febres. As folhas amassadas tem aplicação externa contra picadas venenosas. E por seu teor antiescorbútico, a carambola pode suprir a carência de vitamina C e, ainda, estimular o apetite. Mas é bom não abusar. A carambola possui uma toxina natural, a caramboxina, e deve ser moderada às pessoas portadoras de insuficiência renal crônica, assim como portadores de diabetes. O consumo abusivo de carambolas deve ser evitado, mesmo para àquelas pessoas que não sofrem desse tipo de complicações, devido seu teor de ácido oxálico que pode produzir cálculos renais.

A carambola, tanto da branca como da amarela, fornece, quando madura, um suco agridoce muito saudável e, quando bem madura, é saborosa ao natural. Em seu estado verde é bem azeda e costuma ser preparada com açúcar, em forma de doce ou compota. Também, em forma de suco, pode ser usada para eliminar manchas de ferro, apagar tinturas e limpar metais.

Mas além de tudo isso, a carambola tem outros atrativos. Com ela se faz uma caipirinha muito saborosa, adicionando outros ingredientes como folha de hortelã, gelo e cachaça, entre outras variedades de bebidas.

Stella Dauer sa

Por Stella Dauer – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Carambola 2

Carambola Verde – Por Adam – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Monica Kaneko sa Grand Hotel Ca'd'Oro - 5 estrelas

Por Monica Kaneko (Grand Hotel Ca’d’Oro/5 estrelas) – Fonte: Flickr (CC BY 2.0)

carambola

Doce de carambola com sorvete – Por Garfada – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Gennia Holdder

……Por Gennia Holder…… Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

carambola Cayobo 2.0

…………Por Cayobo………… Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Originária da Ásia, a carambola é bastante consumida na China, principalmente, na preparação de sobremesas. As flores e os frutos, ainda verdes, também são usados no preparo de saladas. E dentre seus países de origem estão a Malásia, a Indonésia e a Índia, com vários atrativos e pontos turísticos imperdíveis.

MALÁSIA

Por J. Pereira Jr.

Com uma população aproximada de 30.994.071, de maioria pertencente ao Islamismo, a Malásia tem como capital e maior cidade, Kuala Lumpur, a cidade com maior desenvolvimento econômico do país.

A Costa Oeste é o lado mais desenvolvido da Península da Malásia, com os estados de Kedah, Malaca, Negeri Sembilan, Penang, Perak, Perlis e Selangor, enquanto a Costa Leste é composta dos estados de Kelantan, Terengganu e Pahang. E o Sul, por apenas um estado.

É uma nação rica, no Sudeste Asiático, devido a investimento pesado nas indústrias de alta tecnologia e riqueza do petróleo moderado, e com vários destinos turísticos imperdíveis como, por exemplo: Petronas Tower, Parque das Aves, KLCC Park, Kinabalu National Park, Cavernas de Batu e Mesquita Nacional.

Idioma: malaio (oficial), chinês, tâmil e ibã.

capital kuala Lumpur - Los viajes del Cangrejo

PETRONAS TOWER – Kuala Lumpur – Créditos: Los Viajes del Cangrejo – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Langkawi - Khairil Yusof

LANGKAWI SKY BRIDGE – Telaga Harbour Park, Langkawi, Kedah – Créditos: Khairil Yusof – www.flickr.com (CC BY 2.0)

Monte Knabalu - Bernard DUPONT sa

KINABALU NATIONAL PARK – Ranau, Sabah – Créditos: Bernard DUMPONT – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Tak.wing sa

ILHA DE TIOMAN –  Pahang – Créditos: Tak.wing – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

 

INDONÉSIA

Por Rodrigo César

É o maior arquipélago do mundo. Está localizada entre o Sudeste Asiático e a Austrália e é formada por cerca de 17.508 ilhas, contando as ilhas vulcânicas e as coralinas, com incríveis belezas naturais.

A Indonésia conquistou sua independência após a Segunda Guerra Mundial. É o quarto país mais populoso do mundo e o primeiro entre os países islâmicos.

É um país rico em questão de recursos naturais, mas contrasta com sua população, em sua maioria de baixa renda.

Língua oficial: Indonésia

Capital: Jacarta

População: Mais de 256.000.000

Riza Nugraha - Bali

BÁLI – Créditos: Riza Nugraha – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

Kraton - Yogyakarta - F Mira sa

KRATON – Yogyakarta – Créditos F Mira – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Museu de História de Jakarta - Brian Giesen

MUSEU DE HISTÓRIA DE JACARTA – Créditos: Brian Giesen – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

VasenkaPhotography - Indonesia Borobudur

BOROBUDUR – Java – Créditos: VasenkaPhotographi – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ÍNDIA

Por Geraldo Antonela.

A Índia é uma das civilizações mais antigas do mundo, com incomparáveis belezas naturais e culturais, e o segundo maior em população. Quem visita a Índia, precisa conhecer o Taj Mahal, motivo de inspiração para músicos, romancistas, cineastas e poetas de todo o mundo, e o Museu de Mahatma Gandhi, com uma grandiosa exposição de relíquias originais, livros, fotografias, materiais audiovisuais, peças de arte, revistas, documentos e tantas recordações de um homem que foi um ativista da não violência, acima de tudo.

A Índia também apresenta uma grande diversidade de animais selvagens.

Entre seus principais pontos turísticos podemos destacar: Zoológico de Calcutá, Jardim Botânico e Galeria Real, em Calcutá; Parque Cubbon e Palácio de Bangalore, em Bangalore; Hotel Taj Mahal, Zoológico de Mumbai,  Mausoléu de Akbar e Taj Mahal, em Agra; Estação Central, em Chennai; Museu Mahatma Gandhi e Torres do Silêncio, em Mumbai, a maior e mais importante cidade da Índia.

Apesar do nível alto de violência na Índia, principalmente contra cristãos, e sua pobreza, que contrasta com tanta beleza natural, vale a pena conhecer a tradição milenar indiana com mais de 5 mil anos de história.

Capital: Nova Deli

População: 1,26 bilhão

Línguas oficiais: Língua hindi, Língua inglesa.

Museu Mahatma Gandhi - Zenit CC BY-SA 3.0 - en.wikipedia.org

MUSEU MAHATMA GANDHI – Mumbai – File source: http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Gandhi_Shrine.JPG

Taj Mahal - Tiberio Frascari sa

TAJ MAHAL – Agra – Créditos: Tibério Frascari – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Jaipur - Xiquinhsilva sa

HAWA MAHAL – Jaipur – Créditos: Xiquinhosilva – Fonte: www.flickr.com (CC BY-SA 2.0)

Mysore Palace - Ahmed Mahin Fayaz

MYSORE PALACE – Mysore – Créditos: Ahmed Mahin Fayaz – Fonte: www.flickr.com (CC BY 2.0)

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *